quarta-feira, 5 de novembro de 2008

A espera continua e entrevistas

Salut, tout le monde!

Cá estamos de volta, ainda no aguardo de alguma notícia sobre o andamento do nosso processo. Isso mesmo... as entrevistas já estão acontecendo desde o dia 29 de outubro, mas nós ainda não recebemos nenhum comunicado do BIQ de São Paulo. Até chegamos a ligar lá há umas duas semanas, mas fomos informados pela secretária de que o escritório não fornece informações por telefone sobre os dossiês e de que teríamos que aguardar. Então, expliquei a ela que estávamos ligando para saber se estava tudo bem, já que todos os candidatos de que temos notícias já haviam recebido seus comunicados e nós, não. Assim, ela anotou nosso número de dossiê e disse que o passaria à técnica responsável por sua análise.

Depois dessa tentativa de nos acalmarmos em relação ao nosso processo e de sabermos o que se passa com ele, decidimos que deveríamos mudar um pouco o foco, para que pudéssemos continuar com nossas atividades aqui sem vivermos tão intensamente a expectativa diária de receber notícias sem nunca recebê-las... Ou seja, resolvemos nos desligar um pouco da caixa de e-mails e nos concentrar mais no que temos vivido aqui, já que a primeira opção estava nos deixando um pouco tristes. Agora estamos mais tranqüilos e mais pacientes para esperar.

Quanto às entrevistas, muitas já foram realizadas e, entre os vários CSQs conquistados até agora (parabéns a todos os aprovados!!!), alguns candidatos foram reprovados ou ficaram "dependurados", como pudemos saber por alguns relatos. O entrevistador se chama Eddie Alcide e é canadense de origem haitiana, o que causou diversas discussões, já que, ironicamente (acreditem se quiser), alguns futuros imigrantes brasileiros fizeram queixa da origem do entrevistador, dizendo que ele deveria ser canadense. Imagino que estas mesmas pessoas, quando disputarem vaga no mercado de trabalho québécois, não irão se sentir preteridas ou vítimas de preconceito caso algum empregador prefira um trabalhador québécois a elas, alegando que não são canadenses...

Soubemos também que M. Alcide, segundo alguns relatos, é muito objetivo na análise dos documentos durante a entrevista e se mostrava disposto a completar pontos faltantes aos candidatos que tivessem o perfil desejado pelo Québec. Hoje, tivemos notícia de um segundo entrevistador - entrevistadora, na verdade -, a Sra. Judith, que parece ser bastante simpática e conduzir a entrevista de forma bem leve.

Queremos desejar muuuuito boa sorte e tranqüilidade aos nossos amigos que farão entrevista em breve! Que venham mais CSQs!!!

Bises, B.

3 comentários:

Nilo & Adriana disse...

Olá Babi e Wall,
Sei como é a agonia da espera e estou vivendo exatamente isso agora. Já passamos pela entrevista, obtemos o CSQ e só nos resta o pedido dos exames médicos para seguir a etapa final. Essa espera é que está nos matando, pois algums amigos que fizeram a entrevista no mesmo dia do que o nosso já receberam os docs do exame e até a solicitação do passaporte e nós aqui ainda nada. Como morei 10 meses em Vancouver tive que fazer a mesma papelada dos antecedentes criminais como você postou e a única coisa que está me fazendo pensar sobre a demora é isso no momento. É um saco ninguém puder lhe dizer algo sobre isso!. Mando e-mail para o consulado e dizem que o processo tem duração de 10 meses e que temos que esperar.
Estamos na espera e desejamos sucesso para vocês tmb.
Nilo e Adri

LiliX disse...

Obrigada babi e wall!
espero muito q sua convocação chegue logo!!
nos vemos lá ;)

abs!
Lilix

Lessandro disse...

Entramos em contato para divulgar o blog do documentário que estamos realizando, “O último que sair fecha a porta”, que tem como tema a emigração de brasileiros para o Québec.
O blog ( oultimoquesair.blogspot.com ) tem como objetivo compartilhar o processo de realização do documentário e abrir um canal de comunicação com aqueles que se interessarem em participar do mesmo.
Ficaríamos gratos se, caso apreciem o projeto, vocês o divulgassem nos canais virtuais relacionados à emigração para o Québec dos quais vocês fazem parte (tais como blogs, comunidades, fóruns e etc.).

Atenciosamente,
Lessandro e Carolina.