quinta-feira, 16 de julho de 2009

Olha a gente aqui 1 mês depois!

Salut, tout le monde!

Finalmente, mais notícias daqui. Fiquei este tempo todo sem escrever no blog porque, além dos dias cheios, que são comuns a todo imigrante recém-chegado, ficamos "ilhados", sem internet e telefone, do dia em que nos mudamos pro nosso apê, dia 1º, até este último fim de semana. Apesar da linha telefônica ter sido liberada pra gente no dia 8, só conseguimos finalizar a instalação no domingo, pois tivemos que chamar um técnico aqui em casa pra ver por que nosso telefone estava mudo. Fritando os ovos, o técnico teve que trocar o fio instalado aqui no apartamento pra que o negócio todo pudesse funcionar. Agora estamos aqui felizes da vida por estarmos novamente conectados... rs.

Amanhã completamos 1 mês aqui e, como já era esperado, achamos que o tempo voou. Parece que foi ontem que saímos do Brasil. Mas a gente sempre achou que aqui em Montréal o tempo tem um jeitão diferente. Temos a impressão de que os dias são mais curtos pela intensidade da vida aqui. Muita coisa acontece em pouco tempo, nos dando a sensação de que aqui ele passa mais rápido.

Durante as duas primeiras semanas, ficamos na casa do João e da Cláudia. Não temos palavras pra agradecer por tudo que eles fizeram por nós e pela forma inigualável com que nos receberam na já muito povoada casa deles. Existem pessoas que parece que nasceram pra sair abraçando todo mundo e tornando outras pessoas parte da família, né? Eles são assim. Resumindo a história, eles são uma família de 4 pessoas que acabou virando uma família de 10. Este foi o número total de pessoas na casa deles neste verão, fora um cachorro (o Buddy, membro da família) e uma gata (a Sara, nossa menina).

No dia 1º nos mudamos pro nosso apê. Foi também o João que nos ajudou com nossa mudança e transportou nossas coisas na van dele. Fora as muitas malas e algumas coisas que fomos comprando pra nossa casa, como panelas, copos, cadeiras etc, havia um colchão, que tínhamos comprado e teve que ser entregue na casa dele, um sofá, que ganhamos de uma amiga brasileira, uma televisão, com que o próprio João nos presenteou, uma escrivaninha e dois racks que achamos na rua* e três caixas de papelão com algumas coisas nossas que ficaram guardadas no storage dele desde fevereiro de 2006, quando voltamos pro Brasil. Foram cinco viagens no total pra conseguirmos trazer tudo aqui pro apê.

Pela foto, já se pode imaginar que ficamos "enclausurados" durante os próximos dias desfazendo malas, faxinando o apartamento e colocando tudo no lugar. Aos poucos fomos comprando as coisas que faltavam e organizando tudo por aqui. No final da semana passada, terminamos a arrumação.

Além disso, já estamos com nosso Numéro d'Assurance Sociale, nosso cartão de residentes permanentes e aguardando a chegada da Carte d'Assurance Maladie, em que demos entrada já na primeira semana aqui. Abrimos conta no Desjardins e até agora estamos muito satisfeitos com o banco. Também fizemos a nossa Carte Accès-services LaSalle, que nos possibilita fazer uso da biblioteca local, l'Octogone, do Aquadôme e ter acesso às pistas de patinação e às piscinas públicas. Nesta semana fomos ao CLE de LaSalle e já nos inscrevemos para um rendez-vous na semana que vem com um conselheiro que vai nos orientar na busca por emprego. Por falar nisso, nesta semana também começamos a mandar alguns currículos e estamos providenciando a tradução dos documentos necessários para a inscrição nas universidades em que queremos estudar. O prazo para as inscrições para a sessão de outono terminou no dia 1º de março, mas alguns cursos ainda estão aceitando aplicações tardias, então vamos ver se conseguimos começar a estudar em setembro, ao invés de janeiro, que é quando a sessão de inverno começa.

Mas nossa vida aqui não está sendo só ralação não! rs No dia 24, dia de Saint Jean-Baptiste ou Dia do Québec, ainda estávamos na casa do João e tivemos um dia maravilhoso. Passamos a manhã/tarde na área próxima ao Natatorium de Verdun jogando vôlei e frisbie e depois fizemos um churrasco no quintal do prédio do João.

Depois de mais de 10 anos sem pegar numa bola de vôlei, lá fui eu ficar com os braços doloridos no dia seguinte.

Churrasco brasileiro meesmo, com direito a farofa, maionese e vinagrete.

Também fomos ao Festival de Jazz em três dias. No primeiro, para ver o show de abertura do Stevie Wonder (gratuito!). Chegamos tarde e tivemos que ver o show de um dos telões instalados na área do festival. Outro dia, passamos a tarde lá e vimos o show do Jesse Dee (gratuito!) e a apresentação de dois percussionistas e uma trapezista. Fantástico! No último dia, chegamos às 17h para o show de encerramento do festival, o do Ben Harper (gratuito!), que começaria às 21h30. Nos "plantamos" na frente do palco e não saímos mais de lá até o show começar, então conseguimos ficar na grade e ver tudo bem de perto! Valeu a pena!

Entrada do festival

Sempre muita gente no festival...

Mais chuva (e não para de chover e fazer frio neste verão de 2009 em Montréal...)

Os percussionistas e a trapezista se apresentavam ao mesmo tempo.

Neste ano, 30º aniverśario do festival.

Era muita gente mesmo, mas tudo sempre organizado, sem empurra-empurra e nenhuma briga.

O Wal desenvolvendo seus dotes "fotografísticos" no show do Ben Harper.

Iéé, a gente tava bem pertinho mesmo! rs

Mais notícias assim que as tivermos!

* É muito comum encontrar diversas coisas na rua nos dias próximos ao dia nacional da mudança, 1º de julho, aqui em Montréal. Muita gente, querendo se desfazer de móveis, eletrodomésticos, monitores e derivados, colocam essas coisas na porta de suas casas para doação. Detalhe: na maioria das vezes, as coisas estão em ótimo estado, novas mesmo, com um arranhãozinho aqui, outro ali. Mas também se vê muita coisa que não tem proveito, é claro.

Bilhete pregado na escrivaninha que encontramos perto da casa do João.

Bises, B.

6 comentários:

Fernanda disse...

Como o tempo passa rápido!!! Estou muito feliz de saber que vcs já estão instalados aí! Faltam 16 dias para minha ida para Montreal, nem preciso dizer que já não consigo mais dormir direito rsrsrs

O tempo está voando e ainda tenho um monte de coisas para resolver por aqui... rsrsrs

Espero que possamos nos conhecer pessoalmente em Montreal! Achei vcs um casal super simpático!!

Bjs
Fernanda

Aline e Jório disse...

Caramba! Já passou um mês???? Bem que achei que passaram um tempinho sem postar, mas um mês é muita coisa!! hehehehehe Que bom, se tá passando rápido é porque está sendo proveitoso!!!!
Não acredito que a (re)adaptação de vocês esteja sendo nem um pouco difícil, mas de qualquer forma, desejo-lhes o melhor!
Beijos!

Fernanda disse...

Então eu estou aproveitando os últimos dias que tenho aqui para passar com a minha família. Nesta semana mesmo, as minha sobrinhas estão em casa, então nem estou fazendo muita coisa para poder ficar o máximo de tempo com elas :-)

Aí vai o meu e-mail: fernanda.madi@yahoo.fr

Bjs
Fernanda

LiliX disse...

eeeeeeeeeeee! que beleza!
de casa pronta e tudo!
aaah! vc tem um óculos roxo igual eu....muito bom gosto..hahahahahha

Gente...tou doida pra morar em La Salle mas quase nao acho anuncio...
Se vcs souberem de um studio ou 1 1/2....me avisem ok?

Até daki 1 mês!

P disse...

o tempo engana direitinho. já faz isso tudo? as fotos estão muito, muito animadas!

[]s
p

Luiz Cézar disse...

Olá Bárbara, que bom ver notícias suas! Vou acompanhar o blog de vocês para continuar a ter notícias, minha cara. Bjins e abração para o Walmor.